Zona Industrial de Arcos

 

Promotor –Município de Estremoz

 

Descrição do Projeto:

Por Resolução do Conselho de Ministros n.º 90/2000, publicada na I Série-B, do Diário da República n.º 163, de 17 de Julho de 2000, foi ratificado o Plano de Pormenor da Zona Industrial de Arcos, no Município de Estremoz que em anexo publica o respetivo regulamento.

O Plano de Pormenor da Zona Industrial de Arcos abrange uma área que situa-se a sul do aglomerado urbano da freguesia de Arcos, que se estende até à atual EN 4, e corresponde ao perímetro da zona industrial proposta, conforme definido no Plano Diretor Municipal de Estremoz.

Trata-se de um espaço que se destina à implantação de edifícios e instalações industriais com necessidades de áreas iguais ou superiores a 1 hectare, onde, excecionalmente, poderão ser consideradas outras instalações, com interesse para o desenvolvimento concelhio, que igualmente necessitem de grandes áreas de instalação, onde se incluem as oficinas para prestação de serviços, os armazéns comerciais, os terminais dos serviços de transportes, a formação profissional e os parques de exposição de atividades económicas. O espaço da zona industrial ocupa uma área de cerca de 653.347,93 m², disponibilizando um conjunto de lotes com áreas variáveis, dispondo também de uma zona lúdica global, criada para preservar o montado ali existente e onde poderão

ser instalados equipamentos de carácter social, cultural, desportivo e recreativo.

Pela sua localização será uma infraestrutura importante para a instalação de indústrias ligadas à fileira dos mármores.

 

Objetivos do Projeto:

·         Permitir a fixação de indústrias cujas necessidades de espaço e modo de funcionamento não permitem a sua instalação na atual zona industrial de Estremoz;

·         Permitir a reinstalação de indústrias atualmente instaladas nos aglomerados urbanos, de modo que aí se possam melhorar as condições ambientais;

·         Atrair a instalação de novas indústrias para a área do concelho, a partir da oferta de terreno disponível;

·         Contribuir para a fixação de população jovem, criando condições para que se possa aumentar o número de postos de trabalho, e consequentemente a oferta de emprego.